Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
 
Ex.: vendedor, balconista e etc.
 
PAC revitalização do Arroio Feijó vai mudar a vida de mais de 300 famílias
Foto: Prefeitura Municipal de Viamão

Desde dezembro de 2011, a vida de muitas famílias da região das Augustas começou a mudar. O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Revitalização do Arroio Feijó, lançado no fim do ano passado, irá revitalizar a área e realocar os moradores que vivem de forma irregular no entorno do arroio.

Na primeira etapa do projeto, com conclusão prevista para dezembro deste ano, 106 casas serão construídas. As residências ficarão localizadas na rua Cultura e vão realocar moradores das ruas Gioconda, Troia, Teodoro Luís Castro, Ilda Silva de Souza, Saara, Francisco Hoffmeister, Luanda, Osvaldo Godoy Gomes e Israel.

A escolha, segundo o secretário interino de Desenvolvimento Econômico (SMDE), José Roberto Cardoso, foi feita de acordo com a necessidade das famílias. “Selecionamos primeiro aquelas casas com muita vulnerabilidade e que estão em maior área de risco. O restante será contemplado na segunda etapa do projeto, na qual serão construídas mais 200 casas”, explica.

A primeira etapa ainda prevê a instalação de rede de esgoto pluvial e cloacal, distribuição de água e asfaltamento de quatro ruas: Cultura, Gioconda, Norberto Mottola e Osvaldo Godoy Gomes. Vandemil Arseno, morador da Osvaldo Godoy, afirma que as ações estão sendo muito bem-vindas. “Moro aqui há 25 anos e sei a dificuldade que é para transitarmos pela rua após dias de chuva. Às vezes, é tanto barro que temos que ensacar os nossos pés ao sair de casa. Eu e toda a vizinhança estamos muito felizes!”.

A realização do sonho está próxima

A previsão é de que as casas comecem a ser construídas a partir de maio. A moradora da rua Teodoro Luís de Castro, Geralda Souza dos Santos, 65 anos, está cheia de expectativas. Depois de perder móveis, calçados e roupas na última chuva que alagou inúmeras casas em Viamão, a aposentada está ansiosa pela mudança. “Vivo aqui há mais de 30 anos e nunca uma chuva me trouxe tantos prejuízos. É triste, porque tudo custa dinheiro e a gente que é pobre tem muita dificuldade para se reerguer. Minha esperança é o PAC, que vai me dar uma casa nova e proporcionar mais segurança para minha família.”

Geralda vive junto com o filho e o neto pequeno. No dia da chuva, estava sozinha com a criança e mais uma neta, o que impediu a aposentada de tentar resgatar os seus pertences. “Eu só me preocupei com eles. Não deu tempo de fazer nada.” A moradora, que já planejava se mudar antes do PAC ser lançado, sonha com o dia em que estará realocada na nova moradia. Enquanto ela e as outras famílias não são retiradas, Geralda se mantém e tenta cobrir os prejuízos da chuva com o bar que administra em frente a sua casa. “Só tenho a agradecer à prefeitura por proporcionar a mudança dessa realidade de vida”, emociona-se.

Prefeitura vistoria obras do PAC

Na semana passada, o secretário interino da SMDE, José Roberto Cardoso, juntamente com a diretora do Departamento de Habitação e o assessor técnico José Francisco Venâncio, vistoriou as obras do PAC. Além de visitar as famílias, a equipe da secretaria circulou pelas ruas que serão contempladas com as 106 casas e na rua Cultura, onde serão instaladas as residências.

Para a segunda etapa do projeto, está planejada a construção de mais 200 casas, a continuação do processo de pavimentação e instalação de meios-fios das ruas, construção de ponte no Arroio Feijó, praça com quadra poliesportiva, cancha de bocha e área arborizada. O investimento total, incluindo as duas etapas, é de R$ 12 milhões, sendo R$ 1 milhão dessa quantia contrapartida do governo municipal.

** O Projeto Técnico Social do PAC será executado pela Evidência RH

29/05/2012
Fonte: Prefeitura Municipal de Viamão