Domingo, 09 de Agosto de 2020
 
Ex.: vendedor, balconista e etc.
 
Caminhada e Blitz em frente ao Projeto Mulheres da Paz e Protejo em Guaiba
Foto: Evidência RH

O Brasil tem mais de 1 milhão de usuários de drogas, conforme levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (INGE). Em Guaíba, cerca de 90% dos homicídios têm como vítimas usuários ou traficantes de drogas.

Para marcar o Dia Internacional de Combate as Drogas, celebrado na terça-feira, 26 de junho, a Prefeitura Municipal e representantes da empresa Evidência RH promoveram uma caminhada e blitz, no Bairro Cohab/Santa Rita. A ação foi desenvolvida no denominado “Território de Paz”, com as mulheres da paz e os jovens atendidos pelo Protejo, programa que tem como principal objetivo fortalecer as redes sociais de prevenção e enfrentamento à violência que envolvem a comunidade.

Com faixas e cartazes, os jovens saíram em caminhada da sede do Projeto até o CIEP, retornando após ao Protejo. Em frente ao prédio e com a participação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, foi realizada uma blitz, onde os jovens entregaram aos motoristas panfletos e material informando e conscientizando sobre o uso de drogas.

Antes da caminhada, a 1ª dama do município, Ana Tavares, que coordena o Projeto Vida Eu Quero! Drogas Tô Fora, e a secretária de Assistência Social, Luciana Kubiaki, estiveram em todas as salas de aula do Protejo, conversando com os alunos e alertando sobre os malefícios do uso indevido de drogas, entre elas, o álcool e o cigarro. “Precisamos valorizar a vida e a droga só destrói o indivíduo, a família e a sociedade”, destacou Ana. Ela destacou que o alcoolismo é a 5ª maior doença incapacitante no mundo e a uma das drogas que mais mata. Já Luciana lembra que a violência e a criminalidade estão associadas à questão das drogas.

O projeto Vida, Eu Quero! Drogas Tô Fora, é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Guaíba e visa valorizar a vida através da inclusão social. O projeto promove a prática de esportes, prevenção ao uso de drogas e campanhas de conscientização, entre outras.

02/08/2012
Fonte: Prefeitura de Guaíba e Evidência RH