Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020
 
Ex.: vendedor, balconista e etc.
 
Jovens do PROTEJO são encaminhados para o mercado de trabalho
Foto: Evidência RH
Helen Jennifer Darski (recém admitida na empresa Thyssen krupp) ao lado da coordenadora Pedagógica Alexandra Kraimer

          

          Visando a colocação dos jovens que participam do Projeto PROTEJO no mercado de trabalho, a equipe multidisciplinar da Evidência RH, responsável pela execução do Projeto, realizou uma parceria com o CIEE, empresa Focco e LG Tech Elevadores.

            Os resultados, para alegria e satisfação dos jovens já começaram a surgir, posto que vários deles estão sendo encaminhados e admitidos para realizarem estágios em diversas empresas locais.

            O objetivo desta parceria é encaminhar os jovens participantes do Projeto para oportunidades de estágio nas áreas de interesse de cada um.

            Em conversa com a responsável do CIEE Janifer Ferreira Machado a mesma relatou que o CIEE de Guaíba tem dificuldades de conseguir jovens portadores de necessidades especiais para indicar às vagas de emprego. Neste mesmo dia, a coordenadora pedagógica do Protejo Alexandra Kraimer, indicou três jovens participantes do Protejo para o provimento destas vagas, os quais já foram chamados para iniciar estágio na empresa ODERICH.

            Na próxima segunda-feira, 21 de janeiro, Janifer (CIEE) estará no Protejo nos dois turnos e realizará palestra com os jovens sobre mercado de trabalho. Neste momento, os jovens terão a oportunidade de se inscrever no banco de currículos do CIEE para as vagas de estágio cadastradas na instituição.

Para Ariel Magalhães, jovem participante do projeto,

“O projeto PROTEJO mudou a minha vida e para melhor. Hoje me relaciono muito bem  com as pessoas. As aulas foram ótimas para melhorar a minha auto estima pois sou mais tímido e quieto.

Me auxiliou na área de trabalho, depois de 9 meses cursando, graças ao PROTEJO, eu consegui abrir meu caminho profissional para o trabalho.

Eu agradeço muito a todos os profissionais do projeto que estão e os que já foram. São 9 meses de muita alegria e mudança na minha vida. Obrigado PROTEJO!” (Ariel Magalhães, 17 anos).

Segundo Maria Magalhães,

“Eu como mãe de um jovem, só tenho que agradecer a esse maravilhoso projeto. Ajudou vários jovens, como o meu filho, a ter uma ocupação e a aprender. Alguns conseguiram entrar no mundo do trabalho, porque foram auxiliados pelos professores do projeto. Obrigada a todos os profissionais do Protejo. Deus abençoe todos vocês”. (Maria Magalhães, mãe de Ariel, jovem que foi contratado pela empresa ODERICH).

19/01/2013
Fonte: Evidência RH